skip to Main Content
Benefícios Do Azeite De Oliva

Benefícios do Azeite de Oliva

Cada vez mais consumido no mundo, o azeite de oliva ganhou espaço na mesa do brasileiro. Seu sabor agradável e os benefícios para saúde favorecem o acentuado consumo. Os gregos, já o chamavam de “ouro líquido”. Pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos, comprovaram sua capacidade de combater as doenças cardíacas e reduzir colesterol. O azeite de oliva, em especial o extra virgem, é um alimento funcional natural, por conter elevado teor de gordura monoinsaturada.

A Sociedade Portuguesa de Arterosclerose junto à Fundação Portuguesa de Cardiologia, realizou um estudo sobre o perfil lipídico da população portuguesa e observaram a ação direta do azeite em indivíduos com dislipidemia, ajudando a reduzir os níveis plasmáticos de LDL (colesterol ruim) e a aumentar o HDL (colesterol bom).

Outra novidade é sua ação relacionada ao trato digestivo. Segundo outro estudo, o azeite promove a secreção biliar e esvaziamento da vesícula reduzindo o risco de problemas na bile, do pâncreas e das funções gástricas. A ingestão de azeite extra virgem pode ainda amenizar o efeito maléfico de alguns alimentos no aparelho digestivo, como os causados pelos alimentos ricos em gordura animal.

Possui ainda, uma poderosa ação antioxidante, altamente recomendado para inibir os efeitos tão temidos dos radicais livres no organismo, prevenindo doenças como arterosclerose e o envelhecimento precoce.
Recomenda-se também a ingestão de gorduras saudáveis, como o azeite de oliva, na dieta de gestantes, nutrizes e crianças.

O melhor azeite para ser consumido cru é o extra virgem. No entanto, esse tipo de azeite não deve ser levado ao fogo, pois se torna uma gordura ruim para o organismo quando aquecido.

Portanto, só coloque o azeite extra virgem no alimento depois de pronto e aproveite de todos os seus benefícios!

Para cozinhar, o melhor azeite é justamente o mais ácido, chamado de tipo único. Esse pode ir ao fogo porque sua acidez protege sua cadeia química da oxidação.

Juliana Saldanha
Nutricionista
PhD em Ciências Médicas
Universidade Federal Fluminense – Niterói / RJ
Université Claude Bernard – Lyon / França
Especialista em Nutrição Clínica
www.jsnutricionista.com

Back To Top